Previsão de demanda: como prever o sucesso do seu negócio

A previsão de demanda é uma ferramenta poderosa para empreendedores novos e estabelecidos que querem minimizar riscos e crescer mais.
Autor:

A previsão de demanda é uma ferramenta poderosa para empreendedores novos e estabelecidos que querem minimizar riscos e crescer mais.

O empreendedorismo costuma vir acompanhado de ideias inovadoras e inéditas. Novas ideias de produtos e serviços, entretanto, não são sinônimo de sucesso, e podem acabar minando o desempenho do seu negócio. A pergunta que fica é: como saber qual delas será bem-sucedida no mercado?

Em Economia, a demanda é um conceito que diz respeito justamente à procura de algo pela ótica dos consumidores. Em termos matemáticos, uma função de demanda diz, a um dado preço, qual será a quantidade demandada por quem consumirá o produto ou serviço em questão.

Em termos práticos, a demanda por um serviço diz o quão desejável ele é para o público que o consumirá, levando em consideração o preço pelo qual será oferecido. Dessa forma, há uma relação negativa entre o preço e quantidade demandada: é fácil visualizar que, quanto mais caro for o serviço, menos as pessoas vão querer adquiri-lo.

Uma vez que o conceito de demanda está esclarecido, é importante saber como prevê-la. Se o seu negócio ainda não existe, por exemplo, é fundamental saber a relação entre o preço que pode ser praticado por você e a quantidade demandada pelo mercado, de modo que se possa definir um preço competitivo que atraia consumidores.

Por outro lado, caso seu empreendimento já esteja estabelecido no mercado, a estimativa de demanda futura pode ser muito útil para tomar decisões estratégicas, ou para expandir, divulgar um produto, ou até rever custos e despesas e saber onde cortá-las.

Dessa forma, os benefícios da previsão de demanda vão além da determinação do preço praticado. Saber o quanto o produto ou serviço será consumido auxilia em grande escala na definição de estratégias operacionais e financeiras, de modo que está diretamente relacionado aos custos e receita que trará para o empreendimento.

Portanto, para atestar a viabilidade de um negócio, não adianta ter uma ótima ideia se nenhum consumidor estará disposto a pagar por ela. Para fazer evitar problemas, existem diversos métodos e técnicas para fazer previsões de demanda, desde pesquisas qualitativas a métodos estatísticos e econométricos.

Previsão de demanda pela Disposição a Pagar (DAP)

Conforme explicado, a demanda dita a relação entre o preço praticado pelo empreendimento e a quantidade demandada pelos consumidores. Uma forma possível de estimar essa demanda é através da Disposição a Pagar (DAP) dos indivíduos.

A DAP é um conceito econômico que mensura a valoração dada pelo indivíduo a alguma coisa. No caso da maioria das empresas, significa o quanto os clientes estão dispostos a gastar para consumir o seu produto ou serviço.

Paraprever a demanda usando a DAP, é necessário saber a disposição a pagar dos consumidores em questão, considerando tanto as características do público-alvo definido para o negócio quanto às características dos bens ofertados.

Para capturar essa informação, o ideal é fazer pesquisas de campo com o grupo de interesse – em seguida, partindo de suas percepções, utilizar métodos estatísticos para agregar as DAPs encontradas e, assim, estimar a demanda futura.

O conceito na prática

Suponha que você possui uma empresa de cosméticos e gostaria de vender um novo creme facial. O produto teria uma qualidade superior aos que você costuma vender, mas também precisa custar mais.

Diante dessa situação, você não sabe se deve vendê-lo, já que não tem certeza se os consumidores comprarão o produto. Para descobrir se haverá demanda, uma ótima opção é usar a DAP.

Um dos seus clientes (vamos chamá-lo de Lucas) estaria disposto a pagar 50 reais pelo creme; outra cliente, a Ana, pagaria apenas 30 reais. Podemos dizer então que, ao preço de 30 reais, são demandadas 2 unidades de creme, uma vez que tanto Lucas quanto Ana o comprariam por esse preço.

Considerando um preço de 50 reais, por sua vez, a quantidade demandada seria de apenas 1 unidade, dado que Ana não está disposta a pagar esse valor.

O exemplo acima foi muito simples, para fins ilustrativos. Em cenários mais realistas e considerando uma amostra significativa de consumidores, a previsão dessa demanda poderia ser a diferença entre o sucesso e o fracasso do empreendimento.

O você achou da leitura? Para colocar as técnicas de previsão de demanda em prática, basta entrar em contato com a gente. Se quiser ler mais conteúdos sobre Economia, empreendedorismo e gestão, continue navegando pelo nosso blog.


Precisa de ajuda para colocar as técnicas de previsão de demanda em prática? Nós podemos te ajudar

Agendar Reunião Gratuita