Margem de Lucro: aprenda a calcular e como aumentar a da sua empresa

Autor:

Um sonho muito comum entre diversas pessoas é abrir o seu próprio empreendimento, visando ter uma independência, flexibilidade de horário e trabalhar com o que realmente gosta.

Mas, para que um estabelecimento se desenvolva da melhor maneira, é necessário, principalmente, que ele possua uma precificação correta, com uma margem de lucro condizente com o que nós iremos entregar a partir do nosso produto ou serviço.

Porém, assim como em um empreendimento, o qual deve ser planejado por partes, para então chegar no projeto final, o preço de um produto ou serviço não deve começar a ser estabelecido pela margem de lucro, mas sim por pequenas partes.

Porém, não se preocupe. Vamos agora te mostrar o passo a passo de como calcular a margem de lucro do seu negócio para que você entenda a saúde financeira dele de vez.

Quer entender como? Continue lendo.

Afinal, o que é preço de equilíbrio?

O preço de equilíbrio é dado pela composição dos gastos que nós temos com os nossos serviços, sejam eles custos ou até mesmo despesas, ou seja, se nós vendermos nossos produtos, ficaremos no “zero a zero”, sem lucro e sem prejuízo.

Para definirmos o preço de equilíbrio, basta juntarmos o custo que eu tive para adquirir o produto que estou vendendo e agregar uma parcela das despesas que tenho com o meu empreendimento.

O que é lucro?

O lucro é nada mais que o retorno financeiro que eu ganho a partir de um produto ou serviço.

Para calculá-lo, basta subtrair o preço que eu cobro por determinado serviço pelos gastos que estão atrelados a ele.

Existem dois tipos de lucro:

Lucro bruto

Diferentemente do lucro líquido, é voltado para a atividade produtiva, ou seja, ele é usado para indicar uma relação entre os custos operacionais e a receita, visando entender o quanto nós estamos ganhando a partir das atividades que desempenhamos.

Lucro líquido

Já o lucro líquido é o resultado obtido após abater todos os gastos da empresa, servindo para entender como está a saúde da empresa

E o quanto ela realmente está ganhando, podendo usar este dinheiro para poder reinvestir na nossa própria empresa.

Então, o que é a margem de lucro?

A margem de lucro é um indicador importante para verificar a saúde de uma empresa, já que representa a porcentagem que o lucro tem em relação às despesas.

Este é um indicador importante, pois você pode identificar quanto que realmente sobra com a venda dos seus serviços, servindo até mesmo para adotar estratégias para a empresa.

Assim como o lucro, a margem de lucro apresenta duas classificações:

  1. Margem de lucro bruta
  2. Margem de lucro líquida. 

Como calcular a Margem de Lucro?

Agora que já foi esclarecida a importância de ter a informação da margem de lucro em um empreendimento, podemos avançar para o como devemos calculá-la.

Aqui, novamente, vamos nos valer da diferença entre Margem de Lucro Líquida e Margem de Lucro Bruto para elaborarmos os cálculos desses indicadores.

Ambos indicadores operam de forma similar, subtraindo os custos do preço de venda do produto ou serviço oferecido e depois dividindo esse resultado pelo preço de venda.

Porém, a diferença no cálculo está na natureza dos custos que são retirados, vamos elaborar mais a seguir:

Margem Bruta

Para o cálculo do indicador de Margem de Lucro Bruta nós devemos subtrair apenas os Custos Operacionais do valor das Receitas Vendas.

Ou seja, apenas os custos diretamente relacionados a confecção e/ou compra do produto comercializado. 

calculo de margem de lucro bruta

Por exemplo:

Se supormos que esse supermercado compra cada caixa de leite da marca X por R$1,20 e vende por R$2,80.

Muitas pessoas erroneamente diriam que existe uma margem de lucro de mais de 100%.

Porém, se feitos os cálculos, facilmente veremos que esse não é o caso.

Se aplicarmos a fórmula dada anteriormente, podemos observar a real margem de lucro bruta:

  • ML Bruta = (2,80 – 1,20) / 2,80
  • ML Bruta = 1,60 / 2,80
  • ML Bruta = 0,57 = 57%

Margem Líquida

Já, no caso do cálculo do indicador de Margem de Lucro Líquida, nós devemos subtrair os Custos e Despesas totais do valor das Receitas Vendas.

Ou seja, além dos Custos Operacionais diretos devemos incluir todas as Despesas Fixas e Variáveis na subtração da receita de vendas.

calculo de margem de lucro líquida

Agora, para esse exemplo, aquele mesmo dono de supermercado quer agora calcular a Margem de Lucro Líquida de todo seu empreendimento para o mês de Junho.

Ele deve portanto primeiramente somar todas as suas vendas para conseguir o valor de sua Receita de Vendas total.

Em seguida, deve somar todos os Custos e Despesas de sua empresa, para então subtrair esse valor da Receita de Venda e dividir por esse mesmo valor de receita.

Por exemplo:

Se supomos então, que o supermercado:

  • Comprou todos seus produtos no mês de julho por um total de R$80.000;
  • Pagou R$30.000 em salários de funcionários;
  • Gastou com suas contas de luz e água aproximadamente R$5.500;
  • E com impostos e outras depesas um total de R$12.000.

Além disso, a soma de suas vendas totalizou R$167.000. Se somarmos o Custo direto de R$80.000 com as Despesas totais de R$47.500 teremos o valor R$127.500 como gastos do mês em questão. 

  • ML Líquida = [167.000 – (80.000 + 47.500)] / 167.000
  • ML Líquida = (167.000 – 127.500) / 167.000
  • ML Líquida = R$39.500 / 167.000
  • ML Líquida = 0,23 = 23%

Agora que já calculei, como sei se meus resultados são bons?

Como foi demonstrado nos exemplos acima, podemos calcular o indicador de Margem de Lucro tanto para produtos específicos como para empresas inteiras.

Portanto, o primeiro passa para interpretar o resultado dos cálculos de tal indicador é saber sobre qual lente está sendo feita essa análise.

Também há a distinção já apresentada de cálculo de margem Bruta e Líquida, em que cada uma dará uma  resposta sobre diferente parte de seu processo.

E não se engane, não há resposta certa ou errada quanto a essas questões. Existem vantagens no cálculo de ambos entes de ambas maneiras.

Aliás, recomenda-se que seja feito o cálculo das Margens de Lucro Bruta Líquida da empresa como um todo, para haver um parecer geral de como vai à lucratividade da empresa.

E, também, dos seus produtos, para haver pareceres específicos e ajudar em tomadas de decisões como em que produto focar ou qual produto retirar de catálogo.

Mas, se agora já sabemos sobre qual ente estamos calculando a Margem de Lucro e qual método de cálculo estamos usando, falta interpretarmos  os números em si.

Entenda a porcentagem

O mais básico a se saber é que se a porcentagem final for positiva, o ente analisado é lucrativo, ou seja, tem retorno de capital positivo comparado ao investido.

Porém, se o número for negativo, o ente em análise não é lucrativo, e está consumindo capital para ser produzido e vendido em vez de gerar retorno.

Compare com resultados do seu setor/concorrência

Além dessas análises básicas de sinal, podemos analisar a magnitude do resultado do indicador.

Ou seja, saber se a taxa calculada é uma taxa de lucratividade alta ou baixa.

E para fazer essa análise, nunca devemos considerar termos gerais, devemos sempre ter pontos de referência externos a empresa, geralmente se baseando nas outras empresas do mesmo setor e até mesmo em concorrências.

Por exemplo, como dizer se uma Margem de Lucro de 20% é alta ou baixa?

Depende, se for uma empresa de varejo, é uma margem altíssima, se for de serviços uma taxa usual.

Como definir a margem de lucro ideal?

Algumas pesquisas mostram que existe uma média na margem de lucro que varia de acordo com o tipo de empreendimento.

Conforme foi divulgado pelo SEBRAE, a média da margem de lucro em uma indústria varia de 6% a 8%, valor que é um pouco baixo quando comparado com lojas e comércios, que lucram de 10% a 15%.

E quando se trata de serviços, quando o mínimo para ser considerado bom é ter 20% de lucro.

Então, para determinar a margem de lucro ideal para que seja praticada em nosso empreendimento, devemos analisar em qual setor estamos inseridos, quais são os preços praticados no mercado e como nos posicionamos perante os nossos concorrentes.

Assim, poderemos verificar quais são os gastos que estamos tendo e, enfim, determinarmos a melhor margem de lucro para o nosso produto ou serviço.

Então, como aumentar a minha margem de lucro?

Existem duas maneiras de aumentar a sua margem de lucro sem que nossos clientes achem ruim.

1. Diminuindo de custos e despesas

A primeira delas seria se nós diminuíssemos os nossos custos e despesas.

Assim, a margem de lucro aumentaria e o preço se manteria o mesmo, sem causar um incômodo na visão dos clientes, já que, para eles, nada mudou.

2. Aumentando o preço

Outra maneira de fazer com que a nossa margem de lucro aumentasse e os clientes não reclamassem, seria se nós aumentássemos os preços, após termos apresentado novos diferenciais e benefícios para nossos produtos ou serviços.

Isso não tenderia a causar um incômodo, já que, estamos cobrando mais, porém, por um produto ou serviço muito melhor.

Conclusão

O cálculo da Margem de Lucro pode ser uma ferramenta muito poderosa para qualquer gestor  em qualquer lugar do mundo.

E agora que você já sabe como a Margem de lucro é calculada, que tal focar no essencial: as análises.

Pensando nisso, criamos uma Calculadora de Margem de Lucro apurada.

Então, se quiser entender como está a Margem de Lucro do seu negócio sem quebrar tanto a cabeça, clique aqui para receber o material.