Design Thinking: como solucionar os problemas da sua empresa da melhor forma

O Design Thinking é uma abordagem utilizada para resolver problemas e desenvolver produtos. Ele permite encontrar soluções inovadoras e criativas.
Autor:

O Design Thinking é uma abordagem utilizada para resolver problemas e desenvolver produtos. Ele permite encontrar soluções inovadoras e criativas para tais dificuldades.

É uma ferramenta com origem no Design, mas vem crescendo cada vez mais em diversas áreas do conhecimento como uma forma de abordar e solucionar desafios de forma criativa. E é indicado para empreendedores desenvolverem melhores experiências de consumo para seus clientes.

A busca pela solução do problema acontece de forma colaborativa com o intuito de mapear a cultura, os contextos e as experiências do indivíduo para obter uma visão completa na solução do problema e, assim, conseguir identificar, de uma maneira mais eficiente, as barreiras existentes e conseguir alcançar alternativas viáveis. 

Ao planejar uma solução, é necessário cruzar três aspectos: a experiência de consumo deve ser altamente desejável pelo usuário, deve ser viável em aspectos tecnológicos e rentável para o empreendimento. Isso acontece com o objetivo de tornar a experiência de consumo algo inovador e além das expectativas do cliente. 

O Design Thinking é dividido nas seguintes etapas:

1. Empatia

Essa etapa consiste em se colocar no lugar do cliente (interno ou externo) e entender suas necessidades, do que precisam, do que gostam e o que querem. 

Nessa etapa, é importante começar do zero e não assumir nada sobre seu cliente. Fazer perguntas, ouvir e entender o que ele quer dizer é essencial. 

2. Definição  

Aqui deve-se analisar as informações encontradas com os clientes na etapa de empatia e definir o problema que será analisado. 

3. Idealização 

Agora, é o momento de tentar encontrar uma solução. O objetivo é ter ideias inovadoras e criativas por meio de brainstorm.

É necessário ter uma equipe heterogênea e multidisciplinar com o objetivo de ter uma visão mais ampla do projeto. Ainda, é importante que todas as ideias sejam aceitas pela equipe, sem julgamentos ou censura.

O uso de ferramentas visuais nessa etapa, como post-its é fundamental para uma melhor visualização da situação.

4. Prototipação

Agora é o momento de selecionar e filtrar as ideias da etapa anterior. Assim, essa etapa é responsável por colocar as ideias em prática e criar um protótipo da solução escolhida. 

O uso de post-its também pode ajudar bastante nessa etapa no momento de escolher as melhores ideias por meio de votações dos integrantes da equipe.

Uma maneira de testar o protótipo é recorrer ao MVP (Minimum Viable Product) que é uma versão mais simples do produto. Assim, a equipe conseguirá ver se a ideia deu certo ou se existem possíveis problemas. 

5. Teste 

Com o teste do MVP, essa etapa é responsável por implementar, de fato, a solução elaborada. 

Um ponto importante é que o produto deve estar em constante desenvolvimento, por isso, é necessário colher feedbacks para aprender mais sobre o usuário e refinar e melhorar as ideias.

Se os resultados forem negativos, é preciso voltar atrás e entender o que pode ser feito para melhorar até que a solução seja aceita pelo cliente e, assim, implementá-la definitivamente. 

Com essa ferramenta, é possível resolver problemas de forma criativa e inovadora, levando em conta as ideias de toda a equipe e a opinião do cliente em questão.

Tem alguma dúvida ou quer saber mais sobre o Design Thinking? Entre em contato conosco.


Precisa de ajuda? Converse com a gente

Agendar Reunião Gratuita