Dados primários e secundários e como incorporá-los

Em um contexto geral de projetos, os dados são essenciais para garantir um melhor direcionamento e um maior grau de confiabilidade para a pesquisa.
Autor:

Em um contexto geral de projetos, os dados são essenciais para garantir um melhor direcionamento e um maior grau de confiabilidade para a pesquisa, considerando que são baseados em fatos reais. Eles são incorporados e têm papel fundamental, principalmente, nas pesquisas e estudos de mercado.

A coleta de dados na pesquisa de mercado auxilia na análise da demanda atrelada a determinado produto ou serviço, ajudando a descobrir se uma ideia terá ou não, uma boa recepção no mercado. Já o estudo de mercado colhe dados para que se analise como a empresa se situa e como ela é vista pelo mercado e pelo público.

Classificação

Em relação a classificação dos dados, eles se diferenciam entre dados primários e dados secundários. Os dados primários são coletados em primeira mão por quem está fazendo ou auxiliando na pesquisa/estudo de mercado. Por outro lado, os dados secundários são dados que já foram coletados anteriormente em outras pesquisas e que podem ser utilizados para auxiliarem em novos estudos ou pesquisas. 

Dados primários

Como dito anteriormente, são os próprios pesquisadores que coletam esses dados. Dessa forma, é feita, geralmente, uma pesquisa de campo, envolvendo a produção dos questionários que serão aplicados para o público de interesse da pesquisa, sua aplicação, compilação dos dados coletados nos questionários e, por fim, tratamento dos mesmos. Após esses processos é feita a análise dos dados e estes são aplicados diretamente na pesquisa. 

O dado primário, geralmente, afere dados referentes a uma análise microeconômica, contendo público-alvo, localização, demanda etc. Esse dado é comumente utilizado em pesquisas que possuem um caráter mais específico, tendo assim, um acesso mais restrito à informações. 

Um exemplo concreto refere-se à uma situação em que é preciso coletar dados de uma determinada região ou de um determinado público, ficando mais fácil assim, colher os dados focando apenas na região ou público específico, considerando que dados particulares são mais difíceis de serem coletados de forma secundária. 

Dados secundários

Os dados secundários são coletados de uma pesquisa anterior, geralmente feita por órgãos confiáveis, como por exemplo, IBGE, Ipea, CNT, Codeplan etc. Esses dados, normalmente, são utilizados em análises macroeconômicas ou setoriais, abrangendo uma área de pesquisa maior e menos específica.

Dessa forma, por se tratarem de pesquisas mais gerais, é possível e até mesmo interessante que se cruze dados secundários para que se consiga uma amostra maior de dados úteis para a pesquisa.

Critérios para escolha dos dados

Nem sempre fica claro qual tipo de dado será melhor incorporado para determinada pesquisa. Portanto, alguns critérios podem ser levados em consideração na hora da decisão:

1 – Relevância das bases secundárias: 

esse critério diz respeito à análise de até que ponto os dados secundários podem ser úteis para a pesquisa. 

2 – Avaliação da restrição das informações: 

analisar o quão restritos são os dados do mercado, setor, região, público etc, ajuda a  determinar qual o melhor banco de dados a ser utilizado. 

3 – Avaliação dos custos das informações: 

Após a avaliação da restrição das informações, é importante ponderar o custo da aplicação da pesquisa, para determinar se a mesma é economicamente viável. É importante considerar a distância até o local da aplicação, o tamanho da amostra e quantidade de informações.

Qual o melhor para você?

Agora que você sabe as principais diferenças entre dados primários e secundários, basta analisar qual se ajusta melhor a sua necessidade. Se o seu objetivo é lançar um novo produto que requer dados/informações mais restritas, os dados primários serão essenciais para a pesquisa ou estudo de mercado. Já se você busca uma análise macroeconômica ou setorial do mercado a ser inserido o seu produto, os dados secundários serão uma opção melhor.Para entender ainda mais sobre um estudo de mercado, clique aqui e veja um relato de um de nossos cases de sucesso da TRK IMÓVEIS.


Precisa de ajuda? Converse com a gente

Agendar Reunião Gratuita