Como montar uma loja virtual

Saiba como montar a sua loja na internet e aproveitar as oportunidades de um negócio virtual.
Autor:

Saiba como montar a sua loja na internet e aproveitar as oportunidades de um negócio virtual.

Todo mundo sabe que a internet é um ótimo lugar para vender, no entanto, nem sempre é fácil tomar a decisão de começar uma loja virtual, e muitas dúvidas podem surgir pelo caminho.

Entre as vantagens de abrir um negócio na internet para começar ou expandir sua empresa, estão a praticidade, o estreitamento do relacionamento com os clientes e a redução de custos.

Isso porque abrir um negócio físico exige custos muito altos, como aluguel, gastos com água e energia, pagamento de funcionários, custos de manutenção, entre outros.

Por outro lado, começar um negócio na internet também demanda atenção a pontos importantes e passos essenciais não só para a abertura, mas manutenção da loja no ar. Você sabe quais são eles?

Identificando as suas necessidades

O primeiro passo antes de montar uma loja virtual é avaliar se essa é de fato a melhor decisão para o seu negócio e por quê. Isso vai te ajudar a definir o que priorizar durante a montagem da loja e avaliar os investimentos que você está disposto a fazer para que a ideia saia do papel.

Para começar, é muito importante que você responda algumas perguntas, como: Você precisa alcançar pessoas distantes do seu ponto físico? Quer ter a liberdade de negociar qualquer tipo de produto? Quer vender 24h por dia? Está disposto a planejar e operacionalizar todo o processo de compra dos seus clientes?

Se a resposta for sim para a maioria delas, o próximo passo é escolher o segmento de atuação da sua loja. Muitas vezes, a melhor opção pode ser dar preferência a um nicho de mercado menos concorrido ou inexplorado, por exemplo, caso você esteja começando agora ou queira expandir sua cartela de produtos na internet.

Além disso, uma boa dica nesse momento é pesquisar as práticas de mercado e, se sentir necessidade, contratar uma empresa especializada para definir pontos importantes como:

  • Preço do produto;
  • Práticas da concorrência;
  • Níveis ideais de estoque;
  • Fornecedores.

Montando a loja

Depois de definidos seus objetivos e nicho de mercado, é hora de montar a sua loja. 

Uma saída simples e eficaz para quem quer vender pela internet são os marketplaces – sites especializados em comércio eletrônico, que já têm uma estrutura adequada e tráfego grande de usuários.

Essa opção é prática, pois as plataformas de marketplace permitem a realização de transações de forma mais dinâmica e podem evitar grandes dores de cabeça. 

No entanto, nem sempre o marketplace é a melhor solução. Em alguns casos, empresas especializadas em plataformas de comércio eletrônico oferecem soluções customizadas que, apesar de demandarem mais investimento e tempo de produção, costumam valer o esforço.

Em outros casos, ainda, o melhor é adotar uma estratégia mista, que combine as duas opções integradas: participar de um marketplace e construir uma plataforma de comércio eletrônico personalizada.

Em uma plataforma personalizada é mais fácil ajustar a apresentação da loja virtual às necessidades da sua empresa. E, sabendo que a estrutura e o layout da loja devem transmitir confiança e credibilidade para os seus consumidores, é essencial investir nessa etapa.

Além disso, é importante tomar o máximo de cuidado para que o serviço de hospedagem da loja virtual na internet tenha alta disponibilidade e segurança, de forma que o sistema permaneça estável e blindado contra fraudes.

Personalizada ou não, a plataforma de venda, ou seja, o software responsável pela exibição e gerenciamento da loja, deve também permitir o cálculo automático de fretes, cadastro dos produtos e preços e facilitar o pagamento do cliente.

No Brasil, qualquer empresa que ofereça transações comerciais na internet deve produzir notas fiscais eletrônicas (NFe), que podem ser emitidas pelo site da Receita Federal. Dependendo do volume de pedidos da sua loja, no entanto, pode ser preciso implementar um sistema próprio de emissão de notas.

Para emitir nota fiscal é importante que a sua empresa tenha CNPJ, ou seja, esteja registrada como pessoa jurídica. Nesse sentido, o regime MEI (Micro Empreendedor Individual) pode ser uma boa alternativa para quem está começando. 

Ao ultrapassar o limite de faturamento permitido pelo MEI, você precisará abrir uma empresa limitada, a famosa LTDA e, quem sabe, expandir a sua loja na internet, diversificando seu segmento ou investindo em mais segurança. 

Em resumo, abrir uma loja virtual nem sempre é tão simples como se imagina, mas fazendo as perguntas certas e utilizando as ferramentas corretas você diminui e muito as chances de errar.Gostou do texto? Deixe um comentário. Se quiser ajuda para montar a sua loja virtual, entre em contato com a nossa equipe!


Precisa de ajuda para abrir sua empresa? Converse com a gente

Agendar Reunião Gratuita