Capital de giro: entenda sua importância no ciclo de negócios

O Capital de Giro (ou ativo circulante) é o valor que uma empresa possui para custear e manter suas despesas operacionais durante um certo período. Entenda por que é fundamental para qualquer empresa.
Autor:

Saiba por que ter um bom volume de capital de giro é fundamental para o sucesso de qualquer empresa.

O Capital de Giro (ou ativo circulante) é o valor que uma empresa possui para custear e manter suas despesas operacionais durante um certo período.

Assim, o ativo circulante diz respeito a uma reserva de recursos de rápida renovação com o objetivo de suprir as necessidades de gestão financeira do negócio ao longo do tempo.

Para calcular o Capital de Giro Líquido (GCL) é necessário subtrair o Passivo Circulante (PC), obrigações a serem realizados naquele período, do Ativo Circulante (AC), direitos a serem realizados naquele período segundo a fórmula CGL = AC – PC.

Para compreender melhor como o cálculo funciona, é necessário entender também o que é o conceito de Ciclo Operacional e Ciclo Financeiro que mensuram o tempo que as atividades da empresa são desenvolvidas.

  • Ciclo Operacional: O período de tempo que abrange desde a compra da matéria prima até o recebimento do capital relativo a venda de um produto.  
  • Ciclo Financeiro: O tempo gasto entre o momento em que a empresa realiza os pagamentos de fornecedores e o momento de recebimento das vendas.
Ciclo Operacional e Ciclo Financeiro
Ciclo Operacional e Ciclo Financeiro

Necessidade de capital de giro

Se o prazo médio de pagamento da empresa aos seus fornecedores for maior que o prazo médio de recebimento dos clientes, o valor do ativo circulante não precisa ser tão alto. Logo, a necessidade de capital de giro é positiva.

Já se o prazo médio de recebimento dos clientes for maior, então a empresa precisa pagar os seus fornecedores antes de receber o dinheiro da compra dos clientes. Nesse caso, a necessidade de capital de giro é negativa.

No segundo caso, a empresa necessita angariar um volume maior de capital de giro, seja com recursos próprios ou com de terceiros, como bancos ou outras fontes de financiamento.

A fórmula da Necessidade de Capital de Giro (NCG) se dá em reais e mostra qual valor é necessário para a sua empresa. Ou seja, NCG = Ativo Circulante Operacional – Passivo Circulante Operacional.

Em resumo, para garantir a saúde financeira de uma empresa, é importante que tenha um Ciclo Financeiro e um Ciclo Operacional reduzidos.  Isso proporciona um melhor gerenciamento do ativo circulante e um maior retorno sobre os investimentos da empresa. Garante, ainda, uma melhor rotação do fluxo de caixa.

Se uma organização não possui condições de levantar seu ativo circulante, é necessário que o gestor procure outras fontes como bancos e financiadores para garantir mais capital. Aqui você pode saber mais como funciona o capital de giro.

Ficou com alguma dúvida sobre capital de giro? Deixe um comentário! Se quiser, você também pode entrar em contato diretamente com a nossa equipe.


Quer restaurar a saúde financeira da sua Empresa? Podemos ajudar com a Estruturação Financeira do seu negócio.

Saber Mais