4 Dicas para maximizar o lucro da sua empresa

Autor:

Sua empresa existe no mercado, vende produtos a uma quantidade satisfatória, possui todas as características que você pensou e mesmo assim não consegue os melhores resultados no final do mês?

Relaxa. Hoje existem algumas boas práticas que podem ser realizadas no empreendimento para maximizar o lucro do seu empreendimento, com base nos produtos e serviços que são oferecidos.

Por isso, decidimos trazer elas neste post e te ajudar a aumentar cada vez mais os lucros do seu empreendimento. Quer aprender? Então acompanha.

1. Organize as finanças da empresa

Como primeira dica mais importante para maximizar os lucros, é essencial ter uma noção total da organização financeira da sua empresa.

 De uma forma geral, é necessário separar seus gastos em custos fixos e variáveis, bem como suas despesas. Porém, é algo comum confundir o que é custo e despesa, então, primeiro, precisamos entender isso.

Qual a diferença entre custos e despesas

Os custos são todos os valores destinados a criação do produto fim da empresa. Então, imagina que você tem uma indústria de alimentos, seus custos podem ser:

  • Embalagem;
  • Matéria-prima dos alimentos;
  • Conservantes.

Ainda, a subdivisão de custos fixos e variáveis se diferem, pois, os primeiros não serão afetados com a receita de vendas no exercício analisado, enquanto os outros dependem diretamente dos resultados do empreendimento.

Já as despesas são todos os valores que estão associados a manutenção da atividade fim da empresa. Então, continuando com o exemplo da indústria de alimentos, você pode ter despesas como:

  • Gastos com setor administrativo;
  • Energia;
  • Manutenção do espaço.

Por fim, após a separação de gastos, o próximo passo é verificar a sazonalidade das suas receitas e identificar o quanto efetivamente do faturamento das vendas está se tornando lucro para a empresa, que será possível apenas depois da realização do primeiro passo. 

Após essas simples dicas, será possível identificar o quanto sua estrutura e seus produtos/serviços custam e quando suas receitas aumentam.

A organização financeira acima é simplificada, apesar de essencial, porém as grandes empresas do mercado realizam diversas demonstrações contábeis para deixar clara todas essas informações, como a Demonstração de Resultado e a Demonstração de Fluxo de Caixa.

2. Acompanhe sempre os indicadores de desempenho

Os indicadores financeiros funcionam como auxílio para a organização financeira, mas merecem um tópico único, pois são a base de todo e qualquer plano de ação para atitudes futuras de um empreendimento, como investimentos, redução ou aumento de capital de giro e mudanças na precificação.

empresário analisando indicadores de desempenho
Foto de Pixabay no Pexels

Os principais indicadores que a sua empresa deve ter conhecimento sobre, visando a maximização de lucros, são Ticket médio, Necessidade de Capital de Giro e o Ponto de equilíbrio.

  • O ticket médio é basicamente a média de preço dos seus produtos e serviços são vendidos no período analisado.
  • Necessidade de Capital de Giro (NIG) é o quanto sua empresa precisa guardar e deixar de reserva para se manter durante um determinado período. Esse período é variável, mas é comum em empresas que ele seja de 3, 6 ou 12 meses. 
  • Por fim, o ponto de equilíbrio é quando a receita marginal do empreendimento iguala seu custo marginal. Na prática, é o quanto a empresa precisa vender para pagar todos seus custos e despesas.

Os indicadores são base para qualquer tomada de decisão, para manter cenários positivos ou reverter cenários negativos, e rever quais investimentos são melhores para serem visados com o lucro da empresa.

Por isso, seu acompanhamento se torna essencial e você, como gestor, deve ter sempre eles á vista.

3. Precifique corretamente seus produtos/serviços

A precificação certa e efetiva dos seus produtos e serviços é uma das dicas mais importantes para obter os melhores resultados do empreendimento. 

Para se precificar corretamente, visando a maximização de lucros, é necessário seguir um guia:

1. Obtenha dados referentes à estrutura de gastos

Para isso, busque entender quantas pessoas são atendidas pelo seu negócio. Qual o número máximo que sua empresa consegue produzir, bem como a porcentagem de consumo de cada produto do seu mix.

Além disso, entender a quantidade de anos no mercado pode influenciar na sua precificação. Por fim, entenda o faturamento dos últimos exercícios financeiros da sua empresa.

 2. Encontrar o preço de equilíbrio

Procure entender qual é o ponto de equilíbrio entre os gastos e ganhos da sua empresa e também entre a aceitação do preço no mercado, com base em uma análise dos seus concorrentes para entregar algo real e alcançável para seus clientes.

Por fim, utilize o preço de equilíbrio, juntamente com o preço de mercado e uma análise do seu empreendimento perante o mercado, com suas vantagens comparativas, para encontrar, finalmente, seu preço praticado.

O guia acima é totalmente simplificado e o processo exige uma certa cautela e uma série de contas.

4. Automatize os processos do seu negócio

O lucro desejado da sua empresa se torna muito mais factível quando os processos realizados são automatizados.

Recomendamos para o seu empreendimento uma planilha automática de gestão de estoque e outra de indicadores de desempenho, para que possa haver uma rápida análise de tudo que está acontecendo.

Por meio de uma programação simples, processos que demorariam muito tempo para serem realizados podem ser feitos em poucos segundos.

Além disso, softwares e aplicativos que trabalham juntos com a gestão empresarial são maneiras rápidas e práticas de controlar sua empresa pela tela de um computador.

Porém, é importante que os processos estejam mapeados e facilmente atualizáveis, para que haja uma transparência com a empresa e uma facilidade para diversas pessoas exercerem o mesmo cargo.

A automatização de processos evita erros, atrasos, cobranças erradas de juros, além de facilitar a vida de todos, e fazer com que a empresa foque nas coisas importantes, relacionadas aos produtos e serviços, maximizando quaisquer lucros futuros.

Conclusão

Maximizar os lucros do negócio é um dos principais desafios de qualquer gestor. Porém, com a análise certa e contínua do negócio isso se torna possível.

Portanto, use nossas dicas para que, cada vez mais, sua empresa prospere.